Rio em verso e prosa: Mulher Carioca

(Composição: Pedro Luís – Pedro Luís & A Parede)

Bela, bela, bela
Ela anda na rua
Como quem passa na passarela
O mundo é dela

Linda, doce fera
Seu corpo provoca engarrafamento
Mudança de vento
Faz fila de espera

Demorou, perdeu a vez
Vacilou, casa caiu
A bela é carioca
Mas é da cor do Brasil

Olha como é linda, iaiá
Vem fazer denguinho, ioiô
Nem faz força para abalar
Bobeou, te chamo de amor

Bela, bela, bela
Ela anda na rua
Como quem passa na passarela
O mundo é dela

Linda, doce fera
Seu corpo provoca engarrafamento
Mudança de vento
Faz fila de espera

Demorou, perdeu a vez
Vacilou, casa caiu
A bela é carioca
Mas é da cor do Brasil