Interior do Estado celebra feriado de Zumbi dos Palmares

O feriado desta segunda feira (20) festeja uma figura histórica, líder da resistência negra à escravidão no Brasil: Zumbi dos Palmares. Muitos municípios do interior do Estado estão com programação especial para os turistas que procuram um destino para aproveitar o feriado. Entre as atividades oferecidas estão danças típicas, teatro, shows, exposições, debates, palestras e comida típica.

Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo, destaca que os municípios fluminenses têm trabalhado com eficiência feriados prolongados, oferecendo opções de diversão para os visitantes, além de seus atrativos turísticos.

– O incentivo dado através de eventos é de extrema importância para que o fluxo de turistas aumente nas regiões turísticas. O interior tem atrativos turísticos belíssimos que, por si só, já atraem visitantes. No entanto, agregar a eles um calendário cultural diversificado, faz com que cresça, consideravelmente, a movimentação de turistas para esses destinos, alavancando a economia, através da geração de empregos e aumento da receita.

Na região turística da Costa do Sol, Araruama, realiza na Casa de Cultura, mostra de pintura com o tema “Negritude” e debates sobre a escravidão, cultura e religião afrodescendente. Cabo Frio, também programou, várias atividades. Entre elas destaque para a apresentação do filme “A batalha do Passinho”, que retrata a cultura da periferia através do funk. Há, ainda, palestra que vai abordar questões sobre gênero, violência, educação e racismo. Em São Pedro da Aldeia, acontecem apresentações de números de dança, desfile de beleza e a exposição ‘UBUNTU Nossas Raízes Negras’. Em Quissamã, no Quilombo Sítio Santa Luzia, em Machadinha, acontecerá o I Torneio de Futebol Quilombola, feijoada com música ao vivo e oficina e desfile de beleza afro. À noite, apresentação com os grupos Banda de Lata e Sou Filho da África, além de jongo com os Tambores de Machadinha.

Na Serra Verde Imperial, Teresópolis realiza o evento Tons Afro, na sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Apresentações teatrais, roda de capoeira, jongo, samba de roda e exposições de instrumentos musicais afro brasileiros, fazem parte da programação. Em Petrópolis, acontece a quinta edição da Festa da Cultura Afro Brasileira, no Palácio de Cristal, com o tema a ‘Apropriação e Empoderamento da População Negra. Haverá shows de dança, teatro e música, além de oficinas, barracas com comidas típicas e exposições de fotografias, máscaras e esculturas africanas.

A Flidam – Festival Literário Internacional da Diáspora Africana de São João de Meriti será um dos eventos da Baixada Verde. Realizado na Praça da Matriz, o encontro contará com palestras, feira do livro, festival gastronômico, apresentações artísticas e culturais, mostra temática de cinema e exposição de artes plásticas. Em Duque de Caxias a Semana de Tradições e Artes Negra Contemporâneas, terá palestras, entrega da medalha Zumbi de Palmares, Feira Afro, roda de capoeira, encontro de blocos afro, afoxés e samba, além de comidas típicas.

Uma das regiões turísticas mais marcadas pela história do povo negro, o Vale do Café, também comemora a data. Em Valença, desde o início do mês, já acontecem eventos em homenagem à data. Palestras, oficinas, rodas de conversa, show, missas fazem parte da programação. Volta Redonda realiza a Semana do Povo Preto, que começou em 15 de novembro e vai até o dia 20, no Memorial Zumbi. O evento conta com apresentações de arte, música, dança, além de palestras, gastronomia e debates. Em Pinheiral, acontece a “Festa da Consciência Negra” na Praça Teixeira Campos, no Centro, com mostra de capoeira, maculelê e jongo. A festa será encerrada com um show do cantor Geraldo Espírito Santo.

Na Costa Verde, o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, em Rio Claro, também vai celebrar o Dia da Consciência Negra. Em Paraty haverá o evento de Cultura Negra de Paraty, criado em 1998 para celebrar o recebimento do título de propriedade de terras pelos quilombolas do Quilombo Campinho da Independência, local de realização do evento. Durante o festival acontecerão shows musicais, cirandas, peças de teatro, exposição de artesanato local, entre outras atividades.

Quem se dirigir à região de Agulhas Negras pode participar, em Resende, de uma série de ações da Semana da Consciência Negra. A programação começa com a abertura da exposição Raízes D’África, através da qual o artista plástico Cláudio de Araújo exalta o negro no samba, na capoeira e em cultos religiosos. A mostra também traz peças artesanais produzidas pela artista Ivanir Aparecida Nazaro, a Nena, e fica em cartaz até o dia 24.

Informações: Setur