Teresópolis realiza ações de cadastramento de serviços turísticos

 

Pico Dedo de Deus, um dos pontos turísticos mais famosos de Teresópolis

A cidade de Teresópolis, na região serrana do Rio, tem investido fortemente no incremento do turismo. Para continuar o trabalho de fortalecimento do setor, foi firmada uma parceria com a Setur-RJ/TuriRio e a equipe de estagiários do curso superior de turismo da UERJ de Teresópolis para incentivar o cadastramento dos meios de hospedagem da cidade no Cadastur – Sistema de Cadastro de prestadores de serviços do Ministério do Turismo. A ação, que começou há quatro meses, fez com que Teresópolis passasse de 9 meios de hospedagem para 38 regularizados, totalizando 3.549 leitos, até o momento.

Para Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, a cidade está sendo um exemplo de gestão para o crescimento do turismo.

– A atividade em Teresópolis vem crescendo rapidamente. E, por conta de todo esse esforço, a cidade já foi contemplada com dois prêmios importantes relacionados ao turismo este ano. Em julho foi considerada um dos 23 destinos mais bonitos do país e, em outubro, foi selecionada entre as 50 cidades mais bem qualificadas para se visitar no Brasil, ficando na 32ª posição, onde foram pontuados quesitos como limpeza, comodidade e receptividade. Ambos os prêmios foram dados pela empresa americana Expedia, uma das maiores agências online do mundo.

Parque Estadual dos Três Picos, localizado na região entre Nova Friburgo e Teresopolis – RJ

Segundo Sergio Mello, diretor de Operações da TurisRio, órgão delegado pelo Ministério do Turismo para realizar o cadastramento no Rio de Janeiro, os fiscais do Cadastur do Rio de Janeiro enviaram para alguns hotéis mais resistentes uma notificação oficial da importância da regularização.

– Após o envio de uma listagem por Teresópolis, apoiamos a ação, enviando uma notificação, explicando a importância da regularização dos estabelecimentos junto ao Cadastur. Ficamos muito satisfeitos com o trabalho realizado pelos gestores do turismo de Teresópolis. É importante lembrar que o cadastro garante diversas vantagens e oportunidades de negócios, além de ser uma fonte de consulta para o turista. No período colonial, Teresópolis encantou a família imperial com as belezas naturais e o clima da região, a ponto de ser batizada com o nome da Imperatriz. E são essas belezas naturais que atraem, até hoje, muitos turistas para o município da Serra Verde Imperial, que fica a 87 km do Rio de Janeiro.

Entre os atrativos mais procurados estão o Parque Estadual dos Três Picos; Parque Nacional da Serra dos Órgãos; Granja Comary, utilizada pela Confederação Brasileira de Futebol como centro de treinamento desde 1987; a Feirinha de Teresópolis; e a Fonte Judith, obra revestida de azulejos portugueses, inaugurada em 1954, e que possui cinco saídas d’água em forma de faunos, que despejam águas medicinais.

Informações: Setur