CAIXA Cultural inaugura mostra ‘A Construção do Patrimônio’

A exposição, em cartaz de 25 de outubro a 22 de dezembro, reúne mais de 150 peças, entre quadros, esculturas e documentos de importantes acervos brasileiros. Segundo o curador do evento, Luiz Fernando de Almeida, o foco é evidenciar o patrimônio  nacional sob a perspectiva do que nos identifica como país.

Segundo ele, a exposição começa com a leitura dos anos 20 do século passado, do que se queria preservar para as gerações seguintes, e termina com o que nós queremos preservar de hoje para o futuro. Um dos desafios quando se pensa em patrimônio, na avaliação de Luiz Fernando, é a consciência pública do que é preciso preservar. Para ele, está superada a visão de que patrimônio está relacionado à excepcionalidade ou às belas artes, pois patrimônio é o que dá sentido coletivo a um povo, o que nos diferencia como brasileiros.

Carnaval de Maceió na Rua do Comércio, em 1953

A exposição é dividida em 12 ambientes. Destaque para registros e obras de Tarsila do Amaral, Mário de Andrade, Lúcio Costa, Marcel Gautherot, Germano Graeser, Eric Hess, Oscar Niemeyer, Pierre Verger, Mestre Vitalino e uma réplica de Aleijadinho.

Além de importante acervo documental do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) do Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco, a exposição conta ainda com obras do Museu Histórico Nacional, Música Nacional de Belas Artes, Instituto de Estudos Brasileiros (IEB-USP), MASP, Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP), Casa Juscelino Kubitschek, entre outros.

Na próxima quinta-feira, 26, às 18h, o curador da exposição receberá o público para uma visita guiada, seguida de debate com a ex-presidente do IPHAN Jurema Machado.

Serviço:
A Construção do Patrimônio
Entrada franca
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Galerias 2 e 3
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Abertura: 25 de outubro (quarta-feira), às 19h
Visitação: de 26 de outubro a 22 de dezembro de 2017
Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Classificação indicativa: Livre
Acesso para pessoas com deficiência