Exposição de origamis em cartaz no Consulado Geral do Japão

A exposição tem o objetivo de mostrar ao público toda versatilidade da arte de dobradura japonesa (Foto: Divulgação)

Fechado desde junho deste ano, o Centro Cultural e Informativo do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro reabriu para o público em nova sede no bairro do Flamengo na última quarta-feira (4) com a exposição ‘Dobras e Redobras’. Realizada pelo Consulado e pelo grupo Dobrando com Arte, a mostra apresenta peças de diferentes formatos feitas de origami (dobradura de papel).

Coordenada pela professora de origami Miriam Nigri, a exposição tem o objetivo de mostrar ao público toda versatilidade desta arte tão tradicional japonesa. A mostra traz 40 esculturas confeccionadas em papel, entre elas: animais, flores, objetos e figuras geométricas.

“Sinto-me feliz em poder realizar também este ano a exposição de origami. No Japão, o origami se popularizou entre o público em geral durante o período Edo. Em 1797, publicou-se o mais antigo livro a respeito desta arte. Atualmente, a arte foi introduzida na educação infantil, e os japoneses a consideram como algo muito próximo de si. Gostaria que cada vez mais pessoas possam apreciar o arte do origami”, afirma a Cônsul Kaori Ueno, Cônsul do setor Cultural do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro.

A exposição ‘Dobras e Redobras’ marcou a reinauguração do Centro Cultural e Informativo do Consulado Geral do Japão no Rio (Foto: Divulgação)

Origem e significado do Origami (Dobraduras de papel)

Origami é uma arte milenar japonesa nascida há quase mil anos na Corte Imperial, onde era conhecido como um passatempo divertido e interessante. Com o passar do tempo esta arte foi transmitida ao povo que adotou-a com o entusiasmo e transformou-se em uma arte conhecida no mundo todo.

A principio, a arte era praticada apenas por adultos, pois o papel era muitíssimo caro naquela época. Com o passar do tempo, a arte do origami, passou a ser ensinada nas escolas japonesas. Hoje em dia, o origami faz parte da vida dos japoneses, desde crianças até idosos e atravessou as fronteiras do arquipélago japonês.

As figuras representadas no origami têm diferentes significados para os japoneses, como, por exemplo, tsuru (grou) simboliza a paz, felicidade, boa sorte e saúde, o sapo significa amor e felicidade, a tartaruga significa longevidade, entre outros.

SERVIÇO

Exposição “Dobras e Redobras”

Data: de 04 a 27 de outubro

Horário: segunda a sexta das 9h às 12h e das 14h às 17h

Local: Centro Cultural e Informativo do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro

Endereço: Praia do Flamengo 200 – Sala 601 – Flamengo

Grátis

Informações: Divulgação