Orquestra Johann Sebastian realiza concerto no Aeroporto Tom Jobim

Nesta sexta-feira, 15 de setembro, os passageiros do Aeroporto Internacional Tom Jobim terão a oportunidade de acompanhar a apresentação de um repertório variado de músicas, do clássico ao pop, interpretados pela orquestra Johann Sebastian Rio.

Entre as peças estão ‘As Quatro Estações’, de Vivaldi, versões exclusivas de hits da música pop como ‘Firework’, (Katy Perry), um mash up de ‘Smooth Criminal’ e a ‘5ª Sinfonia’ (Michael Jackson e Beethoven) e ‘Sweet Child O’Mine’ (Guns N’ Roses). Este repertório que vai de Vivaldi ao pop mostra a versatilidade do grupo e a proposta de dialogar com a produção artística atual.

“O aeroporto simboliza o mundo contemporâneo, marcado pelo fluxo constante e transitoriedade, o que tem tudo a ver com a nossa intenção de criatividade dinâmica, estamos sempre nos reinventando. É também um local inusitado, as pessoas não esperam uma manifestação cultural. Porque não transformar este local de passagem em um espaço voltado para a arte e o entretenimento?” observa Felipe Prazeres, diretor artístico da orquestra.

A solista será a violinista Priscila Plata Rato, integrante da Johann, spalla da Orquestra Sinfônica da Bahia e um dos grandes da nova geração da música de concerto. Com experiência internacional, ela estudou em Genebra, onde foi integrante da Camerata Menuhin (Victoria Hall) e se apresentou em diversas cidades europeias.  No ano passado, ela foi uma das musicistas selecionadas para tocar na abertura das Olimpíadas.

O novo vídeo da orquestra faz referência a este concerto e apresenta os músicos “invadindo” o aeroporto para se apresentar. A produção é da própria Johann e a gravação foi realizada no aeroporto, com direção e roteiro de Bruno Vouzella.  Poderá ser visto em breve, no canal da orquestra no YouTube, a partir do dia 1º de outubro.

O concerto integra o projeto de temporada da Johann Sebastian Rio apresentado e patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura e empresa Rio Galeão, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

Informações: Divulgação