Campanha incentiva carioca a fazer turismo no Rio

Com o objetivo de incentivar o carioca a ser um turista dentro da própria cidade, a Riotur lançou a terceira fase da campanha de comunicação visual de fomento ao turismo. Desde o início desta semana, a nova ação já pode ser vista nos principais pontos turísticos do Rio. “Faça Turismo no Rio”, “Viva o Rio” e “Viva a cidade” são os slogans impressos em imagens icônicas, tais como Cristo Redentor, Maracanã, Ipanema e Floresta da Tijuca, entre outros.

A expectativa é que, ao estimular o morador a visitar mais os pontos turísticos, haja um fortalecimento da economia – afinal, a cidade conta com 6,5 milhões de habitantes. Sem falar na geração de emprego. Somente no Réveillon passado, que caiu em um fim de semana (ou seja, foram apenas dois dias de pico de movimentação), a economia da cidade foi impactada em US$ 691 milhões com a vinda de 865 mil turistas.

“Queremos incentivar o carioca a conhecer melhor a própria cidade. Quantos moradores daqui ainda não conhecem o AquaRio? Quantos ainda não visitaram o Cristo Redentor? Nossa ideia é instigar o carioca a ver de perto a beleza e as riquezas próximas da sua casa. Esta é uma forma também de fazer os moradores se apaixonarem ainda mais pelo Rio”, explica o presidente Marcelo Alves. “Sem falar no desejo nosso de usar a criatividade para movimentar a economia do município”, completa Alves.

Desde o começo da gestão Marcelo Crivella, a Riotur trabalha com um plano de marketing elaborado com o foco em uma enorme comunicação dentro da própria cidade, mostrando a importância de se tratar bem o turista. Às vésperas do Carnaval, os principais acessos turísticos da cidade receberam galhardetes com as inscrições “Carioca, abrace um turista” e “Carioca, receba bem o turista”. “Nosso povo é alegre, é carismático, é um bom anfitrião. O desejo, naquele momento, foi pedir que ele cuidasse bem do turista, pois se o turista for bem tratado, ele volta. E não volta sozinho”, afirma o presidente da Riotur. “Precisamos entender que o turismo é uma solução para a cidade”, completa.

Com o tema “O maior cartão-postal do Rio é o carioca”, a segunda fase da campanha apresentou, em maio, personagens identificados com a cidade, representando diferentes setores de serviços e da cadeia produtiva do turismo, como o gari Renato Sorriso; a inspetora da Guarda Municipal, Tatiana Mendes; o taxista e mestre de bateria da Unidos da Tijuca, Casagrande; o porteiro há 40 anos do Copacabana Palace, Cafú; além de um garçom e uma camareira que há décadas atendem com o encantamento do carioca os nossos turistas. O motivo? Pesquisas feitas com turistas revelaram que a volta deles para a cidade se deve muito à forma como são bem recebidos pelo carioca e a associação imediata entre o clima descontraído do Rio e a simpatia do seu povo.

“A Riotur será incansável em ações de fomento ao turismo. Vamos valorizar o povo carioca, pela sua hospitalidade, e mostrar ao turista que aqui ele será sempre bem tratado”, diz Marcelo Alves.