Santos Dumont ganha nova mostra no Itaú Cultural

Exposição sobre Santos Dumont no Itaú Cultural (Divulgação)
Exposição sobre Santos Dumont no Itaú Cultural (Divulgação)

Depois de ganhar uma mostra no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, visitada por vários turistas olímpicos, Santos Dumont é o tema de uma nova exposição no Itaú Cultural, aberta neste sábado (26). Com cerca de 600 peças da Coleção Brasiliana Itaú, a mostra revela a personalidade do pai da aviação pela repercussão de sua famosa criação, o aeroplano 14Bis — cujo primeiro voo completou 110 anos — e abriga uma réplica da aeronave Demoiselle, considerada a obra-prima do cientista.

Santos Dumont produziu criações pouco conhecidas do público, como o Conversor (ou transformador) Marciano, que servia para ajudar esquiadores a subir. O nome vem de sua ideia de reproduzir a gravidade de Marte e reduzir o peso. São de sua invenção, ainda, um dispositivo para corrida de galgos, ou o Canhão Paradoxal, uma espécie de catapulta para lançar boias salva-vidas para banhistas que estivessem em perigo no mar. Entre as dezenas de fotos exibidas na exposição, duas são do criador testando o Canhão em uma praia.

Ao entrar na mostra, o visitante encontra uma porta de hangar, onde faz o check in, responde a três perguntas sobre seus conhecimentos a respeito de Santos Dumont e recebe uma espécie de cartão de embarque, com uma gravura extraída de um antigo jornal com o retrato dele. No espaço expositivo, o público encontra documentos, objetos e imagens conservadas por ele próprio e herdadas por membros de sua família.

1475331040110-1

Além de peças originais e pessoais de Santos Dumont, a exposição resgata fotografias históricas de época. São registros de voos dos balões e aeroplanos e retratos pessoais feitos em várias partes do mundo. Há também um grande número de cartas, documentos – desde certidões de batismo e de óbito, testamento, correspondências, patentes originais de alguns inventos, livros de sua biblioteca pessoal, ou de sua autoria.

Entre os documentos, encontram-se telegramas da princesa Isabel felicitando a mãe de Santos Dumont pelos feitos do filho, uma carta escrita por ele a um parente sobre um telegrama que recebeu de Alberto, rei da Bélgica. Tablets, adaptados tanto para videntes quanto para cegos, disponibilizam capas de jornais e reportagens nacionais e estrangeiras, da coleção de Dumont, para que o visitante possa folheá-los.

A mostra Santos-Dumont – Coleção Brasiliana Itaú fica em cartaz de 26 de novembro de 2016 a 29 de janeiro de 2017 no Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149). A visitação acontece de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h (permanência até as 20h30); e sábado, domingo e feriado, das 11h às 20h. Entrada gratuita.

Informações: Divulgação / Veja Rio