Cartões-postais recebem iluminação especial para alertar contra o câncer de mama

A ação tem o apoio da Arquidiocese do Rio de Janeiro, com a participação da catedral de São Sebastião. O terraço de um dos hotéis mais famosos, em Copacabana, ganhou decoração especial com vários tons de rosa para chamar a atenção de quem passar pela Avenida Atlântica.
Vários museus do estado também participam da campanha. Entre as instituições que participam da iniciativa estão o Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio (RJ), Museu Nacional de Belas Artes (RJ) e o Museu Imperial em Petrópolis.
Pão de Açúcar também recebeu iluminação especial (Foto: Divulgação)
Pão de Açúcar também recebeu iluminação especial (Foto: Divulgação)
Museu Imperial, em Petrópolis
Museu Imperial, em Petrópolis

História

Criado nos Estados Unidos, o movimento surgiu após o congresso norte-americano adotar outubro como o mês de prevenção do câncer de mama. Para sensibilizar a população, inicialmente as cidades se enfeitavam com laços rosas, principalmente nos locais públicos. Depois surgiram outras ações como corridas, desfiles de moda e jogos.

O ato de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e outros pontos turísticos veio posteriormente. Foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e, principalmente, ser replicada em qualquer lugar, bastando adequar a iluminação já existente com um filtro rosa.

copacabana-palace-dia-rosa-05-10-10

10719326_395584450589441_1639939535_n

Informações: Portal Brasil e Ministério do Turismo