Turismo aliado à acessibilidade ganha destaque nas Paralimpíadas

Na última quinta-feira (8), o Governo Federal apresentou o Guia e Aplicativo Turismo Acessível, que visa ampliar o número de viajantes com algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. O objetivo é melhorar as experiências turísticas desses consumidores através de uma ferramenta colaborativa sobre acessibilidade voltada para o setor no Brasil. A coletiva 6que aconteceu no Rio Media Center (RMC), contou com a presença do ministro interino de Turismo, Alberto Alves, do presidente da Embratur, Vinícius Lummeatz e do secretário de Estado de Turismo, Nilo Sergio Felix.

Segundo Alberto Alves, foram investidos cerca de nove bilhões de reais em obras de infraestrutura e 80 milhões em estruturas já prontas para adequá-las às normas técnicas de acessibilidade para melhor atender a demanda de turistas que só vem crescendo e se firmando na economia.

– Pelo IBGE, há em torno de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, se considerarmos os acompanhantes, o contingente é ainda mais representativo. Com isso, além de questões humanitárias, a adequação dos estabelecimentos e das políticas públicas voltadas para essa população é uma questão econômica com enorme potencial de movimentação, alavancando negócios, gerando emprego e renda em nosso país – explicou o ministro.

img_1522

Aproveitando a grande visibilidade e a procura do Brasil como destino turístico gerada pela Olimpíada e Paralimpíada, o Ministério do Turismo apresentou aos jornalistas presentes no RMC o Guia e Aplicativo Turismo Acessível. O aplicativo, lançado na semana passada, tem como finalidade dar mais autonomia ao turista com deficiência para que ele programe sua viagem pelo país tendo um roteiro adequado as suas necessidades. O secretário de Estado de Turismo, Nilo Sérgio Félix elogiou o guia e salientou a importância de continuar investindo na acessibilidade do setor turístico.

– O Rio de Janeiro avançou muito neste seguimento, mas precisa continuar progredindo. O Guia do Ministério torna-se um instrumento de suma importância no auxílio para os que necessitam dessas informações. Tenho certeza que é só início, precisamos ter a responsabilidade de estar o tempo todo trabalhando na criação e execução de projetos para cada vez atender com mais qualidade esses turistas – destacou Nilo.

O aplicativo, disponível em português, inglês e espanhol, conta com informações de mais de 530 mil estabelecimentos cadastrados e é compatível a todas as plataformas de download para celulares. O guia está disponível também através do site www.turismoacessivel.gov.br.

e0eccd41-a8d5-4372-aa60-57a180ad240c

Informações: Rio Media Center / Setur