Reinauguração do MAC Niterói: modernização e novas exposições

FF_Reabertura-MAC-Oscar-Niemeyer-Niteroi_00704292016-850x566

O Museu de Arte Contemporânea de Niterói foi reaberto ao público na última quinta-feira (16/06),  com diversas novidades. Entre as obras e modificações realizadas nos últimos 18 meses, orçadas em 7 milhões de reais, destacam-se a digitalização da iluminação e a modernização das instalações internas da célebre obra de Oscar Niemeyer, maior símbolo da cidade de Niterói.

Um novo sistema de ar-condicionado, sinalização interna em três línguas, novos tapetes e outras modernizações estão entre as novidades que os visitantes vão encontrar nas três exposições em cartaz na reabertura do museu. O destaque, porém, fica por conta da nova iluminação em LED, que realça ainda mais a beleza do prédio erguido sobre o mirante da Boa Viagem, às margens da Baía de Guanabara.

Para celebrar a reinauguração, o museu conta com três novas exposições abertas aos visitantes. As mostras têm como base a Coleção MAC – Sattamini, com a exposição “Ephemera: Diálogos Entre-Vistas” (curadoria de Luiz Guilherme Vergara); passa pelas obras reunidas pela curadora norueguesa convidada, Selene Wendt, para a exposição “A Arte de Contar Histórias”, e compõe ainda com a instalação “Da Escuta da Matéria aos Escombros do Ser”, do artista sonoro Marcelo Armani, que reúne, na Praça do MAC (área externa), um conjunto de experiências multissensoriais da produção artística interagindo com o acervo do museu.

oscar niemeyer mac cultura museu arte contemporanea niteroi

Acervo da Coleção Sattamini Fernando Frazão/Agência Brasil
Acervo da Coleção Sattamini (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Na exposição A arte de contar histórias, artistas brasileiros e estrangeiros lidam com a produção literária de várias partes do mundoFernando Frazão/Agência Brasil
Na exposição A arte de contar histórias, artistas brasileiros e estrangeiros lidam com a produção literária de várias partes do mundo (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A reabertura também marca o lançamento do programa MAC+20, com exposições que pretendem ressaltar a importância e a potência histórica da Coleção MAC Sattamini. De acordo com Vergara, não se trata apenas da comemoração dos 20 anos do museu, mas também da prospecção e perspectivas dos próximos anos.

“A ideia do MAC+20 é um programa de mais 20 anos. Nos próximos meses, vamos ter bastante exposições com debates e fóruns, que debaterão questões como qual é o sentido do museu, o que significa a produção artística na sociedade hoje, o que significa a relação com o meio ambiente, a saúde, a educação, a literatura, todos os atravessamentos que podem haver em uma perspectiva da arte contemporânea”, explica Vergara.

Reabertura do MAC – Informações
Exposições” Ephemera: Diálogos Entre-Vistas” – coleção João Sattamini –  “A Arte de Contar Histórias” e “Da Escuta da Matéria aos Escombros do Ser”
Visitação às exposições: até 24 de julho
De terça a domingo, das 10h às 18h. A bilheteria fecha 15 minutos antes do término do horário de visitação.
Ingresso: R$ 10,00
Estudantes, professores e pessoas acima de 60 anos pagam meia.
Entrada gratuita para estudantes da rede pública (ensino médio), crianças de até 7 anos, portadores de necessidades especiais e moradores ou nascidos em Niterói (com apresentação do comprovante de residência) e visitantes que venham de bicicleta.
*Entrada gratuita às quartas-feiras.