Exposição ‘Rio Setecentista, quando o Rio virou capital’- no Museu de Arte do Rio

maxresdefault

Com curadoria assinada por Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira, Anna Maria Fausto Monteiro de Carvalho, Margareth da Silva Pereira e Paulo Herkenhoff, a exposição comemora os 450 anos da fundação do Rio propondo um trajeto visual para adentrar esse século de sua história. A descoberta das minas de ouro no país, as invasões francesas, a execução de Tiradentes são momentos fortes desse processo e estarão retratados na exposição.

img_4497_alta

img_4462_alta_0

img_4491_alta_1

Fotos: Thales Leite

3204_1

Mestre Valentim (atribuído). Passeio Público,1783. Col. MAR – Fundo Luiz Buarque de Hollanda

imagem_3_site

Carlos Julião. Coroação de um Rei negro nos festejos de Rei, do álbum “Notícia summaria do gentilismo da Asia: com dez riscos illuminados”, séc. XVIII. aquarela. Acervo da Fundação Biblioteca Nacional – Brasil

São cerca de 700 peças – incluindo vasta documentação, objetos da época, ilustrações, pinturas, artefatos religiosos e obras de arte contemporânea – de artistas anônimos e aclamados como Mestre Valentim, Adriana Varejão, Guignard, Augusto Malta, Vasco Araújo, Pierre Verger, Carlos Julião, Rugendas e Debret, entre outros.

Serviço

Exposição ‘Rio Setecentista, quando o Rio virou capital’

Até 08 de maio de 2016

De terça a domingo, das 10h às 17h

Museu de Arte do Rio (MAR) – Praça Mauá, 5, Centro

Outras informações:

Telefone: (21) 3031-2741
Ingressos: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)
Às terças, a entrada é gratuita para o público geral. Aos domingos, a entrada é gratuita para portadores do Passaporte de Museus Cariocas que ainda não tiverem o carimbo do MAR. No último domingo do mês o museu tem entrada grátis para todos por meio do projeto Domingo no MAR.

Fonte: Site da Secretaria de Cultura- RJ