Petrópolis sedia oficina sobre inventário da oferta turística

petropolis2_46841396

A cidade de Petrópolis recebeu na última segunda-feira, 25/01, a equipe da Universidade Federal Fluminense – UFF, responsável pela execução do Inventário da Oferta Turística do Estado do Rio de Janeiro, que vai realizar a quinta oficina técnica para validação dos dados da 1º fase de pesquisas do projeto na região Serra Verde Imperial, com os municípios contemplados pelo IOT-RJ: Petrópolis, Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo e Teresópolis. O evento será realizado no Auditório Philippe Guédon da Casa dos Conselhos Municipais Augusto Ângelo Zanatta, a partir das 13h.

O Inventário da Oferta Turística compreende mapear atrativos turísticos, infraestrutura turística, equipamentos e serviços turísticos, assim como a cadeia produtiva do turismo de cada um dos municípios envolvidos no projeto. O encontro tem como finalidade apresentar e validar junto às autoridades e representantes do trade regional o levantamento preliminar de dados já realizado pela equipe da UFF. As cidades de Niterói, na região Metropolitana, Cabo Frio, na Costa do Sol, Vassouras no Vale do Café e Itatiaia, nas Agulhas Negras, já receberam o evento.

A ação do IOT-RJ em Petrópolis está sendo apoiada pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, que disponibilizará os dados do inventário realizado em anos anteriores para ser renovado e ampliado. “O inventário turístico é uma importante ferramenta de planejamento para nossa cidade e sua atualização é fundamental, pois servirá como base para os projetos a serem desenvolvidos pela Prefeitura e também pela iniciativa privada”, comentou Drica Madeira, presidente da FCTP.

Durante o encontro, guias de turismo, agentes de viagem, operadores de turismo, representantes de museus, centros culturais, igrejas, parques, restaurantes, empreendimentos de alimentos e bebidas e hoteleiros terão a oportunidade de validar os atrativos, equipamentos e serviços turísticos que devem ser incluídos ou retirados do inventário, além de sugerir novas opções e criar soluções para o equipamento já existente na região. A coordenadora técnica do IOT-RJ e professora da Universidade Federal Fluminense, Cláudia Moraes, destacou que a presença dos atores contribui também para evitar erros durante as pesquisas de campo.

O Inventário da Oferta Turística é um projeto fundamentado no Programa de Desenvolvimento do Turismo do Ministério do Turismo (PRODETUR/RJ), financiado pelo Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) e licenciado pela Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, devendo ser concluído em oito meses. As informações coletadas estarão disponíveis num grande banco de dados e servirão de base para o desenvolvimento de políticas públicas em prol do turismo fluminense, suas regiões turísticas e municípios. Cerca de 80 pessoas estão envolvidas no projeto, entre alunos e professores da UFF e pesquisadores de diversas áreas do conhecimento como Turismo, Estatística e Geografia.

No total, serão analisadas e mapeadas 23 cidades, distribuídas em seis regiões turísticas: Metropolitana (Rio de Janeiro e Niterói); Costa Verde (Angra dos Reis, Paraty, Mangaratiba e Rio Claro); Costa do Sol (Cabo Frio, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama e Casimiro de Abreu); Vale do Café (Vassouras, Valença, Rio das Flores e Barra do Piraí); Agulhas Negras (Itatiaia e Resende) e Serra Verde Imperial (Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu).

A Fundação de Cultura e Turismo convida as instituições, os profissionais e empresários de turismo do município para participarem. A Casa dos Conselhos Municipais Augusto Ângelo Zanatta fica na Avenida Koeler, nº 260, no Centro Histórico (junto ao Palácio Sérgio Fadel, sede da Prefeitura de Petrópolis).

Fonte: Tribuna de Petrópolis