“Os Jesuítas e o Rio de Janeiro” conta história do interior do Estado

capa_livro_-_os_jesuitas_e_o_rio
O livro, que documenta a memória das fazendas que abasteciam o Colégio dos Jesuítas, em Monte Castelo, será lançado na próxima sexta-feira (21), às 19h, no Colégio Anchieta, em Nova Friburgo. Uma das propriedades, a Fazenda de Macacu, também conhecida como Fazenda Papucaia, nasceu de uma sesmaria doada aos padres em 1571.

O autor de “Os Jesuítas e o Rio de Janeiro”, Cesar Augusto Tovar da Silva, pesquisador e professor de História do Colégio Santo Inácio, elaborou a pesquisa como parte da celebração dos 450 anos de fundação da cidade do Rio de Janeiro. “Os jesuítas tentaram voltar a produção dessa fazenda para a policultura e para a criação de gado, mas elas não vingaram. Ao perceberem que a terra era boa para o cultivo da mandioca, voltaram-se a essa atividade e a Papucaia tornou-se a mais importante fazenda do Colégio na fabricação de farinha”, declarou.

A renda obtida com a venda dos livros será revertida para a Casa dos Pobres São Vicente de Paula, em Friburgo.