Ballet e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal abrem temporada de Dança 2015

Para abrir a temporada de dança 2015, o Ballet do Theatro Municipal apresenta três coreografias que mostram a efervescência do cenário artístico na virada do século XX.

Baseado numa lenda medieval, o ballet Raymonda foi criado em 1898 por Marius Petipa sobre música de Glazunov. Neste programa será levado o seu mais célebre trecho, o pas-de-dix do terceiro ato.

Já Les Sylphides estreou em 1909 e foi criado por Michel Fokine para os Ballets Russes, sobre composições de Chopin. Na época, esta coreografia foi considerada revolucionária, por utilizar novas técnicas de dança clássica. Em cima de sua estrutura, Fokine inseriu técnicas de bailado conhecida hoje em dia como abstratas.

A terceira coreografia, A Sagração da Primavera (Le Sacre du Printemps), é uma das obras mais emblemáticas do século XX. Composta em 1913 por Stravinsky, também para os Ballets Russes e coreografada por Vaslav Nijinsky, de tão inovadora, rompe definitivamente os padrões estabelecidos para a dança clássica. Nos anos 1990, a americana Millicent Hodson coreografou esta versão a partir de Nijinsky e o inglês Kenneth Archer assina os cenários e figurinos a partir de Nicolas Roerich.

Regência de Javier Logioia

Horário:
Dias 28, 29 e 30 de Maio, às 20 horas
Dia 31 de Maio, às 18 horas
Dias 04, 05 e 06 de Junho, às 20 horas

Preços:
Frisas e camarotes – R$ 600,00
Plateia e balcão nobre – R$ 100,00
Balcão superior – R$ 80,00
Galeria – R$ 50,00

Confira aqui  a programação completa do mês de maio do Theatro Municipal

Créditos: Teatro Municipal-RJ