Praça da República, em Niterói: 102 anos de história

Praça da República Hoje - Vista Aérea

Localizada entre a Avenida Amaral Peixoto e a Rua Doutor Celestino, a Praça da República de Niterói foi construída em 1911, em homenagem a Proclamação da República (1889). Na época em que o Centro Cívico foi construído, Niterói era a capital fluminense.

O conjunto arquitetônico-urbanístico é composto de uma praça ajardinada, que tem ao centro o monumento Triunfo a República. Os prédios públicos do seu entorno sediam os três poderes estaduais (embora o Palácio do Poder Executivo não tenha sido construído), os órgãos de Educação e Cultura e de ordem pública (a Delegacia de Polícia, a Biblioteca Pública e o Liceu) e uma avenida de grande proporções.

aee18-cc3a2maraniterc3b3i
Câmara Municipal de Niterói
Biblioteca
Biblioteca Estadual de Niterói
Liceu Nilo Peçanha

O projeto e a direção da execução do conjunto pertence ao arquiteto francês radicado brasileiro Émile Depuy Tessain e auxiliado pelo italiano radicado Pietro Campofiorito, que assumiu a obra em 1915, e os prédios desenvolvidos pelo arquiteto Heitor de Melo. O conjunto começou a ser erigido em 1913, com o objetivo de ali se fazer o grande centro cívico de Niterói, então capital fluminense, e seus prédios inaugurados entre 1917 e 1919. Contudo, o monumento e o jardim da praça foram inaugurado apenas em 1927, e em 1935, o último grande prédio inaugurado, a Biblioteca Pública Estadual. Em 1942 iniciou-se a construção da Avenida Ernani Amaral Peixoto, via que constava do projeto original.

Palácio da Justiça
Palácio da Justiça

Na década de 1970 a praça foi destruída e seu monumento desmontado e no seu lugar ficando o “esqueleto” de um prédio que permaneceu inacabado até o final da década de 1980, quando foi implodido pelo governo estadual. A Praça da República foi reconstruída quase 20 anos depois de sua descaracterização. Os prédios do entorno e todo o conjunto da praça foram tombados pelo INEPAC em 1983. Ela foi reconstruída em 1989 com a preocupação de se respeitar as suas características originais.

Palácio da Polícia – atual 76ª Delegacia Policial